quarta-feira, setembro 15, 2004

Desejo

Desde que me lembro, sempre acalentei o desejo de escrever. Acalentei, palavra que um dicionário traduz como "aconchegar ao peito", diz tudo. Mas a coisa não funciona, custa-me, provoca-me angústia, dói-me. O génio escapa-se-me entre o cérebro e a mão.

E para quê derrubar árvores se não forem depois pasto do génio?


Um abraço e até já

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial