terça-feira, dezembro 20, 2005

Os filhos da mãe

Há agora um anúncio na TSF que diz "Eu é que não sou parvo", "Parvo é quem não aproveita...". Os cabrões doa publicitários, todos muito criativos e inteligentes, coseguiram convencer o tótó do director da não-sei-o-quê-Market de que a agressividade é que era.

Não, meu caríssimo ignorante, isso é falta de formação, falta de educação, falta de boas maneiras. Assim não. Eu - que até posso ser parvo - acabei de me passar uma ordem de restrição, pelo que não posso passar a menos de 300 metros, trezentos, desse tal não-sei-quê-parvos-Market. Tótós.

E ninguém se queixa.


Um abraço e até logo

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial