terça-feira, agosto 30, 2005

Deve ser da minha mente perversa

Para quem não entende a invasão norte-americana do Iraque, foram recentemente disponibilizados dois apêndices didáticos que ajudam a compreender o empreendimento.

Deve entender-se que para cometer uma barbaridade daquelas, só um povo semelhante ao invadido comete a invasão - quer dizer, no mesmo grau de desenvolvimento.

Então, primeiro - um pastor (de ovelhas) nos Estados Unidos apelou à eliminação física de Hugo Chavez (assassinato). Vamos ver se é detido pelas autoridades, tal como Washington faz com casos semelhantes tratando-se de muçulmanos (e não chegam a pedir a eliminação de Bush).

Segundo - ouvi eu dizer ao arbusto que com a chegada do furacão Katrina restava à América rezar e pedir a Deus que nada de muito mal acontecesse. Que cada americano crente reze por si e por todos, ninguém pode recriminar a atitude, que o Bush o faça, tudo bem, mas que o Presidente entregue à divina previdência o destino da região numa altura de aflições, faz lembrar os tempos em que andávamos de fio dental à volta de totems e a matar gente para apaziguar deuses. É elucidativo. E explica a mentalidade que preside ao Mundo.


Um abraço e até logo

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial