sexta-feira, agosto 26, 2005

A França está bem, a caminho do terceiro mundismo

É bom, muito bom. Principalmente numa altura em que já ninguém pode ouvir os emigrantes com o habitual “lá em França é que é bom, aqui não é, nha nha nha nha nha”. Hoje foi terrível, com crianças a morrerem por culpa das autoridades francesas que, depois de o mesmo ter sucedido com outro edifício semelhante no início do ano, deixam que esses albergues sem condições continuem a ser a casa de emigrantes desgraçados. Quase todas as vítimas eram senegalesas. O Eliseu dirá “oras”. Se fossem franceses, seria uma tragédia nacional. Mas eu digo – foi uma tragédia. Que afectou cidadãos do terceiro mundo num país dito civilizado. O país das Luzes.

Mas a semana não começou bem para os indomáveis gauleses. Foi mais ou menos assim: (Jornal L’Équipe) Nós sabemos que o Lance Armstrong só ganhou o Tour em 99 porque se dopou porque um senhor de um laboratório foi a umas amostras de 1999 do Armstrong e sem ninguém saber fez uns testes a EPO (eritropoietina) e deu positivo e por isso o Armstrong é um sacripantas mas agora se ele quiser uma contra-análise não é possível porque isto já diz respeito a uma coisa que se passou há muito tempo e o que eu fiz já foi fora de tempo e não devia ser feito mas juro por minha honra qu esta é a verdadinha e o Armstrong não deixa de ser um mentiroso e isto digo-o eu e está dito e acabou-se e agora o L’Équipe também o diz por isso lixámos a vida ao americano que não tinha nada que vir para aqui ganhar a nossa prova quando muito bem entendia. Tá feito.

O pior é que logo alinharam na crítica ministros, directores de prova e outros parvalhões que tal. O país das Luzes a caminho do terceiro mundo, sim senhor.


Um abraço e até logo

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial